• Como é realizado e para que serve?
    Utiliza-se o gás anidro carbônico (CO2)aquecido, na forma estéril através de uma aplicação na pele.

    A terapêutica é empregada no tratamento de celulites, gordura localizada, flacidez, estrias, enrugamento cutâneo e no pré e pós lipoaspiração.

    Tem indicação no tratamento de pálpebras flácidas, no pescoço, na face, no abdome, na região lombar, nos glúteos e nas pernas.

  • Quantas sessões são necessárias?
    O tratamento básico consiste em aplicações uni ou bissemanais. O número total de sessões varia de acordo com a patologia. Na celulite, por exemplo, situa-se entre 10 a 20, já observando importantes mudanças a partir da sexta sessão.
  • Existem efeitos colaterais?
    Em geral nota-se, progressivamente, melhora da qualidade da pele, do contorno e da redução de medidas. No momento da sessão a pessoa pode sentir um desconforto, porém ameno em relação a carboxiterapia tradicional devido utilizarmos um aparelho moderno que aquece o gás antes de ser infundido. Não existe contra-indicação relevante e não existem reações adversas sistêmicas descritas. É possível aparecerem algumas pequenas manchas. A pessoa pode retornar às suas atividades normais ao final de cada sessão de carboxiterapia. Porém é fundamental que a carboxiterapia seja feita por médicos capacitados.